Aspectos éticos em pesquisas sobre saúde dos imigrantes

Compartilhar :

O Grupo de Pesquisa PROCESSOS MIGRATÓRIOS INTERNACIONAIS E SAÚDE: PERSPECTIVAS INTERDISCIPLINARES realizou, dia 15 de agosto, a mesa de debates ASPECTOS ÉTICOS E COMPROMISSO POLÍTICO NAS PESQUISAS SOBRE SAÚDE DOS IMIGRANTES na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Na ocasião, também foi lançado o livro Migração, refúgio e saúde, organizado por Cassio Silveira, Alejandro Goldberg e Denise Martin.

JEFFREY LESSER, historiador e professor norte-americano da Emory University (EUA), destacou as pesquisas que está fazendo os 120 anos de história de um quarteirão do bairro paulistano do Bom Retiro onde habitam imigrantes em situações precárias. Vem utilizando como fonte desde poesias até a observação e destaca que nesta ação já foi possível constatar, por exemplo, a dificuldade de comunicação entre os imigrantes e médicos e enfermeiras. “É muito importante verificar as dificuldades na língua em questões de saúde”, afirmou.

NIVALDO CARNEIRO JUNIOR, médico sanitarista e professor da FCM da Santa Casa de São Paulo, apontou a diferença de tempos entre a prática, a pesquisa a acadêmica e a gestão. “Os aspectos éticos e políticos são extremamente complexos e demandam uma reflexão entre a prática de um atendimento e a geração do conhecimento científico”, comentou.

A norte-americana radicada no Brasil SAM SERRANO, ativista da Equipe Warmis – Convergência das
Culturas, explicou que o coletivo, integrado por mulheres voluntárias, imigrantes e brasileiras, empreende ações que buscam a melhoria das condições de vida de suas comunidades. Além disso, ela realiza pesquisas nas áreas de violência obstétrica e de saúde dos imigrantes. “É importante que a relação entre pesquisadores e imigrantes tenha garantia éticas e gere resultados úteis que sejam utilizados, num processo de relação horizontal e de parceria”, enfatizou.

A moderação foi de DENISE MARTIN (Unisantos – Unifesp), coordenadora da Cátedra Sérgio Vieira de Mello (ACNUR) da Unisantos, com coordenação de  REGINA YOSHIE MATSUE, da Unifesp; e organização de CÁSSIO SILVEIRA, da FCMSCSP – Unifesp.

O apoio foi do DEPARTAMENTO DE SAÚDE COLETIVA (Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo) e CENTRO DE ESTUDOS AUGUSTO LEOPOLDO AYROSA GALVÃO (CEALAG),

Informações
Cássio Silveira
Professor Adjunto
Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo
e-mail: cassio@cealag.com.br

Imagem: Lane Firmo, a partir de foto do evento

Fotos evento em: https://bit.ly/2vPF45B

221 visualizações

Compartilhar :