Caminho desafiador EUA anunciam mudanças para atuação de médicos estrangeiros

Compartilhar :

A Comissão Educacional para Médicos Graduados no Exterior (ECFMG, na sigla em inglês) anunciou mudanças para médicos estrangeiros que pretendam atuar profissionalmente nos Estados Unidos da América a partir de 2023.

O órgão, responsável por dar início ao processo de certificação, determinou que somente médicos de escolas acreditadas por agências reconhecidas pela Federação Mundial para Educação Médica poderão se candidatar.

Desta maneira, alunos de apenas 32 escolas médicas brasileiras estão aptos, hoje, a realizar o processo. Essas faculdades fazem parte da lista do Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme), realizado pelo Conselho Federal de Medicina, que é reconhecido pela
Federação Mundial para Educação Médica como competente para acreditar as instituições.

Considerando o estado de São Paulo, só sete estão na lista: Faculdade de Medicina de Jundiaí, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, Faculdades Integradas Padre Albino, Faculdade de Medicina do ABC, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Universidade Federal de São Paulo e
Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Acesse reportagem completa nas páginas 16 a 19 da edição de junho de 2019 da Associação Paulista de Medicina aqui.

177 visualizações

Compartilhar :