Como diabéticos podem manter os exercícios em isolamento Professor da FCM/Santa Casa é entrevistado pelo jornal Zero Hora (RS)

Compartilhar :

Academias fechadas e a recomendação de ficar em casa: esse é o cenário imposto pela propagação do coronavírus no Brasil. No entanto, há algumas pessoas que têm, como prescrição médica, justamente a prática de exercícios para controlar certas doenças. É o caso dos diabéticos, que além de precisarem de atividades físicas regulares, ainda estão no grupo de risco da covid-19.

Apesar de paradoxal, João Eduardo Salles, diretor da Sociedade Brasileira de Diabetes e professor da Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo, reforça que, no momento, não há orientação nenhuma para que as pessoas saiam às ruas para se exercitar.

– Os pacientes não podem ficar fazendo caminhadas na rua. É temerário pela disseminação do vírus por aerossol. É para ficar em casa mesmo.

No caso dos diabéticos, diz Salles, eles são orientados a praticar tanto atividades aeróbicas quanto resistidas, como a musculação. Porém, no contexto atual, na impossibilidade de fazer as duas, a indicação é apostar nos exercícios de força.

– Ele pode fazer casa, usando garrafas pet, usando sacos de arroz ou feijão. Pode pedir orientações por WhatsApp para o professor de educação física que o acompanha. Tem que continuar tratando a doença, mas de acordo com a nova realidade, que é de restrição – defende.

O médico destaca, ainda, que neste período cresce a importância do controle da doença, pois o risco é maior nas pessoas que estão com o diabetes descontrolado.

– Nunca foi tão importante medir a glicemia constantemente. O paciente precisa saber se está no ritmo certo ou não, e estar sempre em contato com o seu médico – orienta.

Acesse reportagem completa na Zero Hora (RS): https://gauchazh.clicrbs.com.br/saude/noticia/2020/03/como-diabeticos-podem-manter-os-exercicios-em-isolamento-ck864jvxl013301rzbghxgnfk.html

106 visualizações

Compartilhar :