Enfermeiros devem ter compreensão da dimensão espiritual dos pacientes Artigo é publicado na revista Arquivos Médicos da FCM/Santa Casa

Compartilhar :

O enfermeiro e a sua equipe devem ter compreensão sobre a dimensão espiritual dos pacientes que estão sob sua assistência, pois é de fundamental importância que seja considerada a espiritualidade dos pacientes na assistência de enfermagem, uma vez que as pesquisas mostram que esta tem efeito positivo na saúde, além de proporcionar apoio nas situações vivenciadas pelos pacientes portadores de doenças renais crônicas em tratamento de hemodiálise.

Essa foi a conclusão de estudo publicado na revista Arquivos Médicos dos Hospitais e da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. A pesquisa avaliou a frequência da religiosidade e espiritualidade de pacientes com doença renal crônica em tratamento de hemodiálise.

Pesquisa descritiva e exploratória com abordagem quantitativa dos dados. Amostra foi composta por 21 pacientes com doença renal crônica em tratamento hemodialítico. A maioria dos participantes era do sexo feminino, solteiros, com ensino médio completo, predomínio da religião católica.  A média de idade foi 39,5 anos.  Em relação à avaliação da religiosidade obtida pelos escores dos domínios da Escala DUREL, os participantes mostraram bom índice de religiosidade. A pontuação da Escala de Experiências Espirituais Diárias variou de 23 a 67 pontos e média de escores foi de 43,47 pontos, indicando moderada frequência de experiências espirituais dos pacientes com doença renal crônica em tratamento de hemodiálise.

O artigo “Avaliação da espiritualidade e religiosidade de pacientes com doença renal crônica em hemodiálise”, de autoria de Joelma Germano Souza, Acácia Maria Lima de Oliveira Devezas e Luciana Soares Costa Santos, pode ser acessado em DOI: https://doi.org/10.26432/1809-3019.2018.63.3.160

85 visualizações

Compartilhar :