Precisamos tratar o câncer sem nos esquecer do coração Texto de Ariane Macedo, cardio-oncologista, e Marlene Oliveira, presidente do LAL (Instituto Lado a Lado pela Vida)

Compartilhar :

Melhora da sobrevida dos pacientes que enfrentam o câncer, efeitos colaterais do tratamento da doença no sistema cardiovascular, envelhecimento da população… A combinação desses fatores criou a necessidade de se desenvolver uma subespecialidade na cardiologia, a cardio-oncologia. A ideia central é resguardar o coração do paciente durante e após o tratamento oncológico.

Leia texto completo aqui.

67 visualizações

Compartilhar :