Programa da FCM/Santa Casa presta mais de 1 mil atendimentos gratuitos em Araraquara Ação envolveu mais de 350 alunos e profissionais da Faculdade

Compartilhar :

O mutirão de saúde do Programa Expedições Científicas e Assistenciais (Peca), realizado na região norte de Araraquara de 24 a 29 de janeiro, terminou com mais de 1 mil atendimentos à população, segundo estatísticas da Secretaria Municipal de Saúde.

O programa foi desenvolvido em parceria com a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) e com a Santa Casa de Araraquara.

Foram 636 pessoas atendidas em consultas e exames, em uma média de cerca de 100 pessoas por dia. Ainda foram registrados 387 retornos para novas consultas. O Peca também realizou 70 ultrassons, 64 audiometrias (fonoaudiologia), 36 refrações (oftalmologia) e 15 visitas domiciliares.

Os serviços de saúde foram prestados na Escola Estadual Professora Maria Isabel Rodrigues Orso, no Selmi Dei. Também foram feitas atividades no NGA 3 (Núcleo de Gestão Assistencial) e no Centro Especializado em Reabilitação.

Já na Santa Casa foram feitas cirurgias eletivas de hernioplastia (para corrigir hérnias), vasectomias (esterilizações masculinas) e colecistectomias (retiradas da vesícula biliar).

“É uma avaliação muito positiva em todos os sentidos. As pessoas elogiaram muito o acolhimento, o cuidado, o carinho, a paciência que os profissionais tiveram para ouvir. Houve humanização no atendimento”, explica Beto Grifoni, da Secretaria de Saúde.

Os atendimentos foram realizados por alunos da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e profissionais de saúde.

A Escola abrigou as consultas em clínica médica, pediatria e hebiatria (cuidados com adolescentes), ginecologia e obstetrícia, ortopedia, fonoaudiologia, reabilitação (terapia ocupacional, fisiatria e fisioterapia), geriatria, odontologia, radiologia, psiquiatria, psicologia, oftalmologia, urologia, neurologia, endocrinologia, nutrição, Confad (Conflitos Familiares Difíceis) e otorrinolaringologia. A novidade este ano foi a inclusão da especialidade neurologia e das cirurgias de vasectomia.

A Santa Casa de Araraquara foi palco de cirurgias de média complexidade para pacientes selecionados pela Secretaria de Saúde. Segundo a coordenadora do centro cirúrgico Cibely Silva Tiezi Oliveira, a equipe estava preparada para este mutirão: “Realizamos várias reuniões para organizar todos os processos de escolha dos materiais, a reserva de leitos, pensamos com muito cuidado em todos os detalhes, mas, o mais importante foi proporcionar um setup de sala pequeno e com muita qualidade”, explica.

Para o provedor da Santa Casa Valter Curi, a vinda do programa para a cidade gerou inúmeros benefícios, além de um misto de emoções. “Em conversas com a secretária de saúde e o prefeito, optamos por realizar o mutirão em um bairro que possui cerca de cinco mil famílias e ainda possui uma grande deficiência na área de atenção à saúde. Eu agradeço os professores da Faculdade de Medicina de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, que foram pessoas fundamentais para o novo caminho traçado para a Santa Casa de Araraquara e, confesso que fiquei muito emocionado e satisfeito de poder participar de tudo isso”, conta.

Sobre o Programa
O Peca é realizado desde 2005 pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e tem como objetivo promover a saúde por meio de atendimentos gratuitos em várias cidades de São Paulo.

Veja mais fotos aqui.

Leia mais aqui.

763 visualizações

Compartilhar :