Relação entre poluição e AVC.

Compartilhar :

Um fato muito interessante tem chamado a atenção recentemente. É a relação entre a elevada poluição atmosférica e o risco de contrair algumas doenças. Em cidades como São Paulo, onde o índice de poluição já é bastante razoável, com uma atmosfera seca como atualmente, esses níveis aumentam.

Isso traz consequências para a saúde. Sabidamente os problemas respiratórios são os mais comuns, mas ultimamente tem chamado a atenção a relação entre o aumento de poluição atmosférica e o risco de AVC – Acidente Vascular Cerebral. O contato com essa poluição, portanto, deve ser evitado.

Se possível, é bom sair um pouco da cidade e respirar ar de melhor qualidade. Isso pode contribuir para evitar o AVC. E por que isso acontece? O fenômeno está ligado à elevação da hipertensão arterial, que pode diminuir a oxigenação e elevar a agregação das plaquetas, fazendo que se formem mais coágulos no sangue. Tudo isso facilita a ocorrência do AVC, uma doença extremamente grave, perigosa e traiçoeira, que pode ser evitada com uma série de cuidados.

Rubens José Gagliardi é professor titular de Neurologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Informações: rubensjg@apm.org.br

202 visualizações

Compartilhar :