Sua unha encrava? Professora da FCM/Santa Casa é entrevistada

Compartilhar :

Você tem ou conhece quem sofra com essa condição tão dolorosa, a unha encravada? Basta colocar um sapato mais apertado e pronto, já começa a doer e a latejar. O nome correto é onicocriptose, um quadro em que a pele do lado da unha cresce ao longo da borda da unha, ou quando parte da unha cresce na pele. Meias apertadas ou sapatos com biqueira e caixas anteriores estreitas podem agravar o desconforto. Unhas encravadas podem ocorrer em qualquer idade e sexo.

Sinais e sintomas
Não é difícil identificar a condição: dor na área lateral da unha, geralmente no dedão do pé (hálux). A unha pode aparecer de forma irregular e menor do que o normal, como se estivesse partida ou como se parte dela estivesse enterrada sob a pele nas bordas e/ou ponta do dedo. “A dor e a sensibilidade na área podem começar como uma pequena irritação e progredir para o ponto onde usar certos sapatos torna-se desconfortável ou mesmo intolerável”, explica a ortopedista Ana Paula Simões, professora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Leia reportagem completa no Diário da Região de São José do Rio Preto.

113 visualizações

Compartilhar :