Uso de crack pode levar à perfuração do abdome Texto é publicado na revista Arquivos Médicos da FCM/Santa Casa

Compartilhar :

Na literatura médica especula-se que o uso de crack possa provocar vasoconstrição das artérias mesentéricas, isquemia tecidual focal, e em última instância, pode levar à perfuração do abdome. Essa é a discussão de relato de caso publicado na revista Arquivos Médicos dos Hospitais e da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

A relação do uso da cocaína e seus derivados com complicações gastrointestinais é vista cada vez mais na prática médica, uma vez que o consumo da droga tem se difundido.

O texto aponta que o abdome agudo perfurativo é um diagnóstico sindrômico presente na rotina do pronto socorro. Nas perfurações do íleo terminal, as etiologias mais frequentes são as doenças inflamatórias intestinais (tuberculose intestinal e doença de Chron).

O texto apresenta um caso em que a hipótese diagnóstica pré-operatória e a impressão intra-operatória era de perfuração por tuberculose intestinal. Contudo, frente ao resultado negativo no exame anatomopatológico, passou-se a discutir como etiologia o uso regular do Crack.

O artigo “Abdome agudo perfurativo em decorrência de uso de Crack: um relato de caso”, de Allana Maria Gomes Giordano, Guilherme Bonassi Brechmacher, Bruno Del Guercio von Sydow, Diego Ryuichi Silva Yosioka e José Cesar Assef, pode ser acessado na íntegra gratuitamente em https://doi.org/10.26432/1809-3019.2018.63.2.115.

44 visualizações

Compartilhar :