Seminário Científico aborda vesículas extracelulares em pacientes com câncer de cabeça e pescoço Pesquisadora do ICESP detalhou estudo para alunos e professores da FCM/Santa Casa

Compartilhar :

Fotos disponíveis para download no Flickr da FCM/Santa Casa de SP

Nesta semana, o estudo da biologia molecular aplicado ao câncer de cabeça e pescoço foi o tema do Seminário do Departamento de Ciências Fisiológicas da FCM/Santa Casa de São Paulo. Na quarta-feira, 23/10/2019, a farmacêutica Fátima Pasini, doutora em biotecnologia pela Universidade de São Paulo (USP), apresentou resultados de pesquisas realizadas pelo Centro de Investigação Translacional em Oncologia do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), que faz parte do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina (FM) da USP.

A pesquisadora falou, especificamente, da análise de vesículas extracelulares encontradas na saliva de pacientes com câncer de cabeça e pescoço, cujos tumores foram avaliados como inoperáveis pelos cirurgiões do ICESP.  Tais pacientes são encaminhados para tratamento com radioterapia e quimioterapia à base do fármaco Cisplatina.  No entanto, há variações na resposta de cada organismo a esta terapia combinada, o que interfere na sua efetividade.

A observação das vesículas extracelulares destes pacientes, em comparação com aquelas encontradas em pessoas saudáveis, pode determinar o papel de tais partículas na resistência à quimio e radioterapia e, assim, definir a viabilidade de sua aplicação como biomarcadores de valor prognóstico e preditivo de resposta ao tratamento.

As vesículas extracelulares são componentes liberados por células no interstício celular. Elas carregam informações moleculares (proteínas, RNA, microRNAs, fragmentos de DNA) que podem ser transmitidas para as células vizinhas a partir da entrada das vesículas em seu interior. “Trata-se de uma comunicação célula a célula que pode atingir sítios distantes da origem das vesículas, através do deslocamento destas via sistema circulatório ou linfático”, explica Pasini, que também é supervisora do Curso de Especialização “Marcadores moleculares em Tumores Sólidos”, da Escola de Educação Permanente do HCFMUSP.

Os seminários científicos do Departamento de Ciências Fisiológicas acontecem semanalmente, sob a organização da Profa. Dra. Fabiana Henriques Machado de Melo. Informações podem ser obtidas pelo e-mail fabiana.machado@fcmsantacasasp.edu.br

39 visualizações

Compartilhar :