Jornada do paciente e seu mapeamento: o que é e qual a importância

Antes do paciente adentrar em uma consulta médica, ele percorreu aquilo que chamamos de jornada do paciente.

A jornada do paciente engloba desde o momento em que a pessoa percebe algum sintoma até o instante pós-tratamento.

Caso você seja um médico ou profissional de saúde, deve saber que compreender as necessidades e especificidades do paciente é essencial para que seja feito um tratamento de sucesso!

Isso faz com que oferecer boas experiências médicas vá muito além do que um tratamento de qualidade. Dessa forma, mapear a jornada do paciente é uma alternativa cada vez mais eficaz em um tratamento de saúde. 

O que é jornada do paciente?

A jornada do paciente é a união das fases pelas quais ele passou, desde a percepção de um determinado sintoma até o momento após o atendimento médico. 

O termo foi inspirado em “jornada do usuário”, usado para compreender o “antes”, o “durante” e o “depois” de uma pessoa usar determinado serviço ou produto.

A jornada do paciente abrange diferentes etapas que esse paciente percorre – desde a conscientização, o entendimento dos sintomas, a procura por atendimento até o pós-consulta. 

Qual a importância da jornada do paciente?

Essa jornada é uma importante experiência. 

Boas experiências, por sua vez, podem fazer com que essa pessoa se sinta mais confortável em todas as etapas do atendimento, permitindo que profissionais de saúde ofereçam um atendimento cada vez mais especializado.

Como melhorar a jornada dos pacientes?

Já entendemos o que é a jornada do paciente e qual a sua importância.

Agora, é essencial saber como implementá-la no dia a dia clínico.

Confira alguns pontos abaixo.

Pense nas diferenças entre os pacientes

Um paciente pode não ser igual ao outro. As necessidades, os sintomas e a forma como a sua jornada começa são pontos que podem mudar de uma pessoa para outra. 

Os pacientes podem chegar até o médico de diferentes formas, como indicações de amigos, familiares, plano de saúde ou buscas na internet, por exemplo.

O médico deve estar preparado para receber perfis diferentes, para que as necessidades e expectativas dos pacientes sejam supridas.

Use a tecnologia

Usar processos mais tecnológicos e modernos pode permitir um contato mais próximo com os pacientes.

E-mails com atualizações sobre o atendimento e lembretes on-line sobre a data da consulta podem ser boas estratégias, por exemplo.

Além disso, o WhatsApp Empresarial também pode ser uma fonte interessante para a solução de possíveis dúvidas que o paciente possa ter.

Investir em um blog com assuntos interessantes e que despertem a curiosidade do leitor também é uma forma de se aproximar dos pacientes. 

Logística do local de atendimento

Uma boa jornada do paciente tem tudo a ver com organização.

Por isso, manter o local de atendimento com processos organizados, evitar linhas de telefone congestionadas e canais de atendimento que não funcionam, não ter atrasos em consultas e apresentar uma sala de espera confortável, por exemplo, pode ser essencial para que o paciente se sinta confortável, contribuindo para uma boa jornada.

Foto: Reprodução/Freepik/@pressfoto