Saiba como a Inteligência Artificial pode ser uma aliada da Radiologia para detectar a covid-19

Cada vez mais os profissionais da área de saúde têm tido destaque na sociedade, sobretudo, em razão da pandemia do novo coronavírus. Um profissional que tem se sobressaído é o de Radiologia, que, fazendo o melhor uso da tecnologia para a saúde, tem atuado no preparo e na operação de equipamentos radiográficos para diagnóstico por imagens.

A área de Radiologia é pioneira na incorporação de tecnologias na área da saúde, tendo sido uma das primeiras áreas a aderir à digitalização. Justamente por permitir a análise de dados a partir da tecnologia digital, a especialidade tem se sobressaído no desenvolvimento de ferramentas de Inteligência Artificial (IA) que auxiliam no diagnóstico da covid-19.

Confira, abaixo, como ocorre a aplicação da IA na Radiologia e muitas outras informações.

O que é Inteligência Artificial?

A Inteligência Artificial (IA) é um campo da ciência que tem por objetivo estudar, desenvolver e empregar máquinas na realização de atividades humanas de forma autônoma. Isso quer dizer que uma solução de IA contempla várias tecnologias, como algoritmos, sistemas de aprendizado e redes neurais artificiais.

Com essas tecnologias, é possível simular capacidades ligadas à inteligência humana, como o raciocínio e habilidade de análise para a tomada de decisão.

Como e onde está sendo usado a IA para detecção de covid-19?

Atualmente, há algumas pesquisas em andamento que utilizam IA para detectar a covid-19. Uma delas, realizada por pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com fomento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), utiliza um equipamento que aplica raios infravermelhos para identificar a covid-19 na saliva, sem necessidade de reagentes e com resultado em dois minutos.

Outro estudo, desenvolvido por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Universidade de São Paulo (USP), com fomento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), também trabalha para identificar a presença de covid-19 sem o uso de reagentes, e em 20 minutos. Utilizando algoritmos de IA, o sistema reconhece o padrão de moléculas da doença e, por isso, também é capaz de detectar, entre os casos confirmados, quem pode desenvolver manifestações graves.

Como funciona a Radiologia com Inteligência Artificial?

Já na área da Radiologia, o uso de IA tem auxiliado em exames de imagem que podem revelar a contaminação por covid-19, como a tomografia computadorizada, que consegue mostrar em imagens infecções pulmonares decorrentes do vírus.

A tomografia tem sido alternativa rápida e emergencial na detecção de covid-19, já que exames de PCR podem demorar dias para se obter o resultado. O diagnóstico das imagens é realizado por Inteligência Artificial, que é treinada por uma equipe médica e por profissionais em Radiologia.

O mercado de trabalho de Tecnologia em Radiologia tem se mostrado aquecido, com abertura frequente de vagas e salários que podem chegar a R$ 4 mil em jornadas de trabalho de até 24h semanais.

Tecnologia em Radiologia na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

A área de Tecnologia em Radiologia, como pioneira na incorporação de tecnologias na área de saúde, exige que seus profissionais sejam altamente qualificados. Para isso, é importante buscar um curso superior de excelência.

A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) oferece o curso de Tecnologia em Radiologia. Seu vestibular é realizado pela Vunesp, e está com as inscrições abertas até o dia 04/10/2021.

Confira as oportunidades de bolsa

  • 50 vagas para bolsas de 100%;
  • 25 vagas para bolsas de 50%;
  • 25 vagas para ampla concorrência.

Veja essas e outras informações no nosso site!

Foto: Reprodução/Freepik/@DCStudio