Seminário científico aborda novo alvo terapêutico no tratamento do melanoma Departamento de Ciências Fisiológicas convidou pesquisadora da USP para apresentar resultados de estudo sobre o tema

Compartilhar :

Fotos disponíveis para download no Flickr da FCM/Santa Casa de SP 

No dia 21, o Seminário Científico do Departamento de Ciências Fisiológicas da FCM/Santa Casa de SP contou com a palestra da Profa. Dra. Lúcia Rossetti Lopes, do Departamento de Farmacologia do Instituto de Ciências Biomédicas da USP. Ela é pesquisadora associada do Centro de Pesquisa em Processos Redox em Biomedicina (CEPID Redoxoma), rede multidisciplinar que investiga os mecanismos moleculares dos processos redox (reações de oxidação-redução) no organismo.

A professora falou sobre a identificação, por seu grupo de pesquisa, de um novo eixo de sinalização celular – PDI/NOX4 – com potencial para atuar no tratamento do melanoma, o mais letal entre os cânceres de pele. Os resultados do estudo foram apresentados durante o Next Frontiers to Cure Cancer 2019, promovido pelo A. C. Camargo Cancer Center, com o título “Proteína dissulfeto isomerase: Um novo alvo terapêutico no tratamento do melanoma”. O trabalho foi indicado como um dos quatro melhores do evento e recebeu o prêmio da categoria pesquisa translacional.

 

58 visualizações

Compartilhar :