09/11/2021

8º Encontro de Enfermagem em Nefrologia da FCMSCSP atualiza sobre pesquisa e tecnologias Profissionais conhecerão últimas tendências em tratamentos renais, em evento híbrido e aberto à comunidade

No próximo 27 de novembro, a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) promove o 8º Encontro de Enfermagem em Nefrologia, no formato híbrido. As inscrições são gratuitas e limitadas, sendo 50 vagas para o evento presencial e 250 vagas para o on-line.

O público-alvo são enfermeiros e estudantes de Enfermagem que desejam atualizar seus conhecimentos sobre Enfermagem em Nefrologia, e, mais especificamente, sobre pesquisa e inovação na área. Toda a comunidade acadêmica também é convidada. O 8º Encontro de Enfermagem em Nefrologia da FCMSCSP é uma realização do Departamento de Fundamentos do Processo de Cuidar em Enfermagem e da Liga de Enfermagem em Nefrologia, do curso de Graduação em Enfermagem.

Este ano, o tema central do Encontro será pesquisa e inovação relacionadas à assistência ao paciente com disfunção renal. “Queremos destacar a importância da atuação do enfermeiro nessa área para melhorar a compreensão do que tem sido feito em termos de pesquisa em Nefrologia, com a participação do enfermeiro, independentemente desse profissional ser especialista na área”, destaca a professora Dra. Graziela Ramos Barbosa de Souza, docente do curso de Enfermagem da FCMSCSP e coordenadora do evento. “Vamos abordar, também, a tecnologia e a inovação na hemodiálise contínua e na hemodiálise intermitente, além de tratar sobre inovação em gestão no contexto da pandemia de covid-19, que está sendo importante para manter a assistência em pacientes com disfunção renal.”

Para sua prática diária, é importante que o enfermeiro conheça a Nefrologia

Segundo Graziela, a legislação que rege a Enfermagem estabelece as atividades que são privativas do enfermeiro, como assistir pacientes graves, e sobre a assistência às complicações mais frequentes de pacientes em UTI como a lesão renal aguda. “A legislação diz que é privativo do enfermeiro o cuidado direto e supervisão nessa assistência”, afirma. “Ainda que ele não seja especialista em Nefrologia, terá de entender minimamente o que se propõe a terapia dialítica ou a terapia de uma maneira geral que trata de um paciente com lesão renal aguda.”

Toda unidade nefrológica de um hospital poderá apresentar uma estrutura para agudos e crônicos, que precisa ter um enfermeiro responsável pela gestão do cuidado. Por isso, o conhecimento é fundamental já que se trata de terapias extremamente invasivas, como a diálise peritoneal e a hemodiálise. “Além do uso correto da tecnologia, o cuidado pautado na ciência pode prevenir complicações, sempre informando os pacientes sobre os cuidados e riscos dessa terapia”, disse.

Nefrologia está sendo essencial na assistência a pacientes com covid-19

Uma das complicações causadas pelo novo coronavírus é a invasão das células renais, por meio dos receptores ECA2, que funcionam como sistema chave-fechadura. “O vírus pode invadir células dos rins, e pela própria gravidade da doença, os pacientes podem desenvolver uma Lesão Renal Aguda (LRA)”, disse. “Contudo, independentemente da questão atual que é relacionada à covid-19 e LRA, as unidades que assistem os pacientes que têm doença renal crônica têm que estar aptas para preservá-lo, porque ele tem uma vulnerabilidade imunológica importante.”

Workshop apresenta o que há de mais atual em equipamentos para hemodiálise contínua

Um dos destaques da programação será a o workshop ‘Tecnologias em Terapia Renal Substitutiva Contínua – Hemodiálise contínua’, desenvolvido pela enfermeira Juliana de Mesquita Morettim, consultora clínica e comercial em Terapia Renal Substitutiva para pacientes com lesão renal aguda, da Baxter Hospitalar. A Baxter é uma multinacional referência mundial em equipamentos para terapia renal substitutiva contínua. Na oportunidade será apresentada a última geração dos produtos.

Serviço:

O quê: 8º Encontro de Enfermagem em Nefrologia da FCMSCSP
Data: sábado, 27 de novembro de 2021
Tema: ‘Pesquisa e Inovação na Enfermagem em Nefrologia’
Público-alvo: Enfermeiros e estudantes de Enfermagem que pretendem atualizarem-se no campo de Enfermagem em Nefrologia
Formato: O evento será em formato híbrido, com 50 vagas presenciais e 250 vagas on-line

Inscrições e certificado:

As inscrições poderão ser realizadas aqui.
Local:
Auditório Prof. Dr. Paulo Augusto Ayrosa Galvão (Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo), localizado na rua Dr. Cesário Motta Jr., nº 112 – Vila Buarque – São Paulo.
Obs.: O link para acesso ao curso no formato on-line será enviado aos inscritos por e-mail até dois dias antes do Evento.
Certificados:
Os certificados somente serão disponibilizados para os participantes inscritos pelo site do evento e por meio de verificação de presença.

Programação:

Das 7h45 às 8h – Entrega do material

8h – Abertura – Profa. Dra. Lívia Keismanas de Ávila – Diretora do Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

8h10 – Palestra ‘Cenário atual da pesquisa em saúde’ – Profa. Mestra Caroline S. Faria – Biologista no Laboratório de análises especiais e doutoranda FMUSP

8h40 – Palestra ‘A atuação do enfermeiro na pesquisa em nefrologia’ – Profa. Dra. Graziela Ramos Barbosa de Souza – Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da FCMSCSP

9h – Palestra ‘Inovação e pesquisa em diálise peritoneal’ – Prof. Mestre Lucas de Jesus Pereira – Enfermeiro Especialista em Nefrologia do HC-FMUSP

9h30 – Discussão

9h40 – Workshop ‘Tecnologias em Terapia Renal Substitutiva Contínua – Hemodiálise contínua’ – Enfa. Juliana de Mesquita Morettim – Consultora clínica e comercial em Terapia Renal Substitutiva para pacientes com lesão renal aguda – Baxter Hospitalar

10h10 – Intervalo

10h40 – Palestra ‘Inovação e tecnologia na assistência em Terapia Renal Substitutiva contínua – Métodos contínuos em hemodiálise’ – Profa. Dra. Sirlei Cristina da Silva – Enfermeira do Instituto do Coração – HCFMUSP e Especialista em Nefrologia – Instituto Central – HC-FMUSP

11h10 – Palestra ‘Inovação e tecnologia na assistência em Terapia Renal Substitutiva convencional – Hemodiálise intermitente’ – Enfa. Cristiane Shirai, do Centro de Diálise do Hospital Alemão Oswaldo Cruz – Especialista em Nefrologia/UNIFESP

11h40 – Palestra ‘Gestão de tecnologia em Terapia Renal Substitutiva (TRS) – Hemodiálise’ – Enfa. Fabiana Dias Carneiro – Coordenadora de Enfermagem do Centro de Diálise do Hospital Israelita Albert Einstein

12h10 – ‘Estratégias de Gestão da Unidade de Terapia Renal Substitutiva durante a pandemia da COVID -19’ – Enfa. Liege Ferreira Martins– Supervisora de Enfermagem do Centro de Nefrologia e Diálise do Hospital Alemão Oswaldo Cruz (RT – Centro de Nefrologia e Diálise)

12h40 – Discussão

12h50 – Momento cultural e encerramento

 

 

987 visualizações