12/08/2021

Alunos conhecem andamento do projeto de construção do Centro Esportivo da Faculdade da Santa Casa de SP Projeto foi um dos dez finalistas no 8º Prêmio Saint-Gobain, promovido pela Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA)

Representantes da Associação Atlética Acadêmica Manoel de Abreu (AAAMA) e do Centro Acadêmico Manoel de Abreu (CAMA) da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) foram recebidos na tarde desta segunda-feira (9.ago.21) pelo reitor da FCMSCSP, José Eduardo Lutaif Dolci; pelo vice-reitor Irineu Francisco Delfino Silva Massaia; pelo presidente da diretoria-executiva da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho (FAVC), João Clímaco Penna Trindade, e pelo gerente-geral da instituição, João Carlos Nunes.

Na oportunidade, aconteceu a apresentação do andamento do projeto do Centro Esportivo da Faculdade da Santa Casa de São Paulo, que está sendo construído na área central da cidade. Além de beneficiar os atuais alunos e os cerca de 5 mil ex-alunos da instituição, o espaço terá parte do seu uso acessível à comunidade do entorno.

Na reunião, a AAAMA esteve representada pelo seu presidente, Felipe Neto; pela diretora-geral de Esportes, Isabella Mastrandonakis; pela tesoureira, Jordana Midori; e pelo vice-presidente Interno, Carlos Resende. Já pelo CAMA participaram a sua presidente, Catarina de Lima Alvarenga, e o vice-presidente Interno, Santhiago Calvelo.

O empreendimento, que deverá ser disponibilizado à comunidade estudantil até janeiro de 2022, será construído em área de 2008 metros quadrados, com entrada pela rua Jaguaribe e saída pela rua Jesuíno Pascoal, estando situado a poucos metros da Faculdade. O projeto foi um dos dez finalistas no 8º Prêmio Saint-Gobain AsBEA de Arquitetura, promovido pela Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA).

Sustentabilidade é a marca do projeto

Além da funcionalidade, que qualificará a estrutura à disposição dos alunos para a prática de esportes e de atividades físicas, a sustentabilidade é outro elemento marcante no projeto. Desde a terraplanagem do terreno, que seguirá regras ambientais de permeabilidade, o centro esportivo será construído com tecnologia de madeira engenheirada, entre outras soluções de impacto ambiental positivo. “Será uma obra diferente: sustentável, limpa, sem barulho ou transtornos ao entorno”, destacou o vice-reitor Irineu Francisco Delfino Silva Massaia. “Vamos contribuir para a revitalização dessa região do centro, incentivando a circulação de pessoas e a prática de esportes e de atividades físicas.”

O equipamento contará com estrutura para esportes de quadra, como futsal, vôlei, tênis, basquete, entre outros, além de oferecer espaço para práticas esportivas como judô, tênis de mesa e ambiente para comemorações. A cobertura externa de todo o espaço será feita em madeira com fechamento em policarbonato translúcido. Haverá sistema de ar-condicionado e de câmeras de monitoramento. Logo após o término do trabalho de terraplanagem no terreno haverá ato de lançamento da pedra fundamental da obra.

Durante o período de obras, um quadro mural que será instalado em frente ao terreno exibirá painéis espelhados das ruas do entorno. Além das fotografias, trechos da letra da música “Verdão do Arouche”, composta e gravada em 1975 pelo ex-aluno Celso Pereira Barreto, formado na 11ª turma do curso de Medicina, estarão intercalados entre as fotos e as atividades esportivas que poderão ser realizadas no novo complexo. “Isso mostra a interação que queremos que o espaço e a construção tenham com a comunidade”, destaca o presidente da FAVC, João Clímaco Penna Trindade.

CAMA e Atlética mostram satisfação com as melhorias da obra

Para o presidente da Associação Atlética Acadêmica Manoel de Abreu, Felipe Neto, a qualificação em relação à infraestrutura utilizada e o acesso dos estudantes à prática esportiva e de atividades físicas será “tremenda”. Atualmente, o centro de treinamento utilizado pelos alunos fica localizado na zona norte de São Paulo. Agora, o novo espaço que está sendo construído especialmente para o uso da comunidade estudantil ficará situado no centro da cidade, a poucos metros da Faculdade e da Santa Casa. “Já conhecíamos parte do projeto, e estamos muito empolgados com a proposta”, disse. “Será muito importante para melhorar nosso nível esportivo, e nos incentiva a buscarmos por mais melhorias.” Neto considera importante a preocupação da FCMSCSP em contemplar a comunidade do centro com parte do uso do espaço. “Estamos muito empolgados porque esse aspecto também está contemplado no projeto.”

A presidente do CAMA, Catarina de Lima Alvarenga, acredita que a construção do Centro Esportivo em área central, próxima à Faculdade, irá possibilitar uma maior integração entre os alunos de todos os cursos, e também entre as entidades estudantis Atlética e Centro Acadêmico, já que todos os alunos terão mais tempo de convivência num mesmo ambiente, não somente no ginásio, mas nos restaurantes e na nova biblioteca que estarão localizados próximos. “Vamos ter a expansão do campus no mesmo local, e isso realmente terá um impacto muito positivo para a gente, não somente para os atletas, mas para toda a comunidade”, disse.

Outra melhoria destacada por Catarina é a questão do tempo gasto no transporte entre o campus e o atual ginásio de esportes, que fica na zona norte da cidade: com o novo equipamento, não será mais necessário o deslocamento. “O projeto é muito bonito tanto pela engenharia como pela arquitetura. É uma conquista muito grande para a Faculdade, que trará a comunidade mais para perto.”

Em visita à Faculdade da Santa Casa, prefeito Ricardo Nunes conheceu o projeto

Em visita à Faculdade da Santa Casa de São Paulo, realizada no dia 6 de agosto, o prefeito Ricardo Nunes conheceu o projeto e elogiou sua contribuição pela revitalização da área central, trazendo para a comunidade acadêmica e a comunidade vizinha acesso à prática esportiva e de atividades físicas. Acompanharam o prefeito na visita à Faculdade o secretário-adjunto da Saúde do município Luiz Carlos Zamarco e o vereador George Hato (MDB). Hato é filho do ex-deputado estadual Jooji Hato, que se formou médico em 1976 pela FCMSCSP, vindo a falecer em janeiro de 2019.

207 visualizações