16/10/2020

Curso de Fonoaudiologia da FCM/Santa Casa marca presença no maior Congresso Brasileiro da área Totalmente online, evento teve mais de 3 mil participantes entre 7 e 10 de outubro

Compartilhar :

O XXVIII Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia aconteceu entre os dias 7 e 10 de outubro, totalmente online, contando com mais de 3 mil participantes.

A programação científica contou com 70% do corpo docente do Curso de Fonoaudiologia da FCMSCSP, em palestras, minicursos, talk shows, moderação de mesas, discussão de trabalhos científicos, avaliação de trabalhos concorrentes a prêmio.

Veja prints de tela do evento.

As palestras e mesas “Alterações motoras adquiridas de fala: o que há de novo?” (Profa. Marina Padovani), “Manejo da disfonia e disfagia na reabilitação em Fononcologia” (Profa. Lica Arakawa Sugueno), “Inteligência artificial na adaptação de AASI e implante coclear (Profa. Katia de Almeida), “Realidade 3D na reabilitação vestibular” (Profa. Lúcia Nishino), demonstram o envolvimento dos docentes na prática clínica atualizada e embasada cientificamente.

No atual cenário da pandemia, nossos professores também compartilharam experiências sobre “Telefonoaudiologia” (Profa. Marina Padovani) e “Saúde conectada pós COVID-19” (Profa. Ana Luiza Navas).

Temas relevantes nas novas Diretrizes Curriculares da Fonoaudiologia, como interdisciplinaridade, humanização, políticas públicas de saúde, foram abordados pelas professoras Sandra Pires, Miriam Moraes Lavado e Marina Padovani.

As discussões sobre Formação em Fonoaudiologia contaram com participação das professoras Noemi Takiuchi e Adriana Gurgueira no tema “Curricularização da Extensão”, e da  Profa. Marina Padovani na mesa sobre “Matriz de Competências para graduação em Fonoaudiologia”.

O pioneirismo do Curso de Fonoaudiologia FCMSCSP na formação em Língua Brasileira de Sinais pode ser identificado pelas atividades “Ensino de Libras na Fonoaudiologia” e “Bilinguismo para surdos no contexto fonoaudiológico” (Profa. Guadalupe Marcondes de Moura), “Atendimento fonoaudiológico de crianças surdas com aquisição desviante de linguagem” (Profa. Sylvia Lia Neves), e “Libras e práticas de saúde” (Profa. Cilmara Levy).

A avaliação de trabalhos concorrentes a prêmio teve a representação das professoras Alessandra Spada Durante, Ana Luiza Navas, Katia de Almeida e Marta de Assumpção Andrada e Silva.

O Congresso organizou também uma Reunião CAPES-CNPq sobre Avaliação da Pós-Graduação, com palestra da Profa. Ana Luiza Navas, representante da Fonoaudiologia nacional na Área 21 da CAPES.

Os alunos da graduação também tiveram  uma participação expressiva, com mais de 80 inscritos, além do envolvimento na apresentação de trabalhos de TCC e PIBICs. Alunos do Mestrado Profissional em Saúde da Comunicação Humana apresentaram suas dissertações  e foram selecionados para a sessão de Highlights do Congresso, levando trabalhos de inovação que vêm sendo desenvolvidos na instituição.

No evento, os alunos criaram a hashtag #santacasapresente, evidenciando a forte participação do Curso de Fonoaudiologia FCMSCSP no maior congresso brasileiro de Fonoaudiologia.

95 visualizações

Compartilhar :