25/02/21

Especialização em Psicopatologia e Saúde Pública Prof. Dr. David Calderoni, supervisor técnico do curso, aborda a importância de cuidar de quem cuida

Compartilhar :

Todo ser humano nasce indefeso, carente de pertinência e de cuidados. Assim, para sobreviver, necessitamos, desde o início, enfrentar dois desafios psicológicos e sociais: obter amparo e obter identidade no seio de um grupo familiar.

Contra essas necessidades universais, o Coronavírus e o pandemônio econômico, social e político têm agudizado a insegurança e a incerteza, desencadeando uma verdadeira epidemia psicossocial de desamparo, de anomia e de desfiliação.

Essa miséria material, social e afetiva multidimensional traumatiza em cadeia diferentes segmentos da população, agravando o sofrimento de grupos étnicos originários e de migrantes vulnerabilizados e superexplorados, destituindo membros da classe trabalhadora das garantias históricas de emprego e subindo até pelos calcanhares de indivíduos cuja qualificação universitária não encontra mais trabalho condigno.

Nossa ordenação constitucional baseia-se na vida como valor supremo. Em consonância a isso, em seu artigo 196, a grande invenção democrática em que consistem a Constituição de 88 e o SUS que nela se apoia preceituam que políticas econômicas e sociais assegurem e sustentem a saúde como direito de todos os cidadãos.

Diante da atual e contraposta regressão desses direitos econômicos e sociais, os trabalhadores da saúde têm o seu próprio direito à saúde minado pelo sucateamento salarial e funcional, pela pressão da tremenda demanda por vacina e cuidados e pela própria exposição ao vírus, resultando num stress que chega à exaustão, isso quando não atinge o burn out!

Diante desse gravíssimo quadro, o Curso de Psicopatologia e Saúde Pública toma resolutamente o partido de cuidar de quem cuida, distribuindo bolsas parciais aos trabalhadores do SUS e tornando a frequentação de suas disciplinas ocasião de apoio afetivo mútuo e planejamento estratégico conjunto para o enfrentamento multidimensional e interdisciplinar da calamidade cuja superação requer como nunca e mais que sempre a união de professores e alunos.

Artigo de autoria do Dr. David Calderoni, supervisor técnico do curso de pós-graduação em Psicopatologia e Saúde Pública da FCMSCSP. Conheça nosso curso.

258 visualizações

Compartilhar :