06/09/2022

FAVC e UJUCA-SP realizaram palestra sobre o Tribunal da Rota Romana e a jurisprudência papal O palestrante foi o Dr. Diego Zoia, da União dos Juristas Católicos de São Paulo

O presidente da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho (FAVC), Dr. Antonio Cleidenir Tonico Ramos, e o vice-presidente da FAVC, Dr. Luiz Fernando Nogueira de Lima, receberam na tarde desta segunda-feira (05/set) o Bispo Dom Carlos Lema Garcia, o Dr. Luiz Gonzaga Bertelli, membro do Conselho Curador da FAVC, e Dr. Diego Zoia, representantes da União dos Juristas Católicos de São Paulo (Ujuca-SP), para uma palestra sobre o Tribunal Apostólico da Rota Romana, instância superior que tutela os direitos na Igreja

O evento, que aconteceu no auditório da FAVC, foi ministrado pelo professor Dr. Diego Zoia. Ele é advogado do Tribunal Apostólico da Rota Romana, doutor em direito canônico com especialização em jurisprudência pela Pontifícia Universidade Gregoriana (PUG) e docente em Jurisprudência do Tribunal da Rota Romana sobre o Sacramento do Matrimônio na Faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo. Além disso, é diplomado no Dicastério para as Causas dos Santos — uma prefeitura da Cúria Romana que processa o complexo trâmite que leva à canonização dos santos, passando pela declaração das virtudes heroicas (reconhecimento do estatuto de venerável) e pela beatificação.

Na oportunidade, o professor falou sobre o surgimento e histórico do Tribunal da Rota Romana, que teve sua origem na Chancelaria Apostólica em 1331. De acordo com o Dr. Zoia, a Rota tem como objetivo lidar com foro interno da Igreja, questões morais, indulgências e outros aspectos legais essenciais para garantir o bom funcionamento da Instituição religiosa.

O evento, que estabeleceu uma aproximação da Ujucasp com a FAVC, foi organizado pelo Dr. Luiz Gonzaga Bertelli, membro do Conselho Curador da FAVC e Diretor Presidente da União dos Juristas Católicos de SP.