Melhoria da comunicação entre trabalhadores de saúde e usuários Guia de orientações sobre estratégias de comunicação para humanização do atendimento em saúde é apresentado na FCM/Santa Casa

Compartilhar :

O trabalhador da saúde deve ter seu atendimento norteado pelos princípios da humanização, acolhimento, ética e comunicação. Essas tecnologias facilitam e contribuem para a qualificação dos serviços de saúde e para a satisfação do usuário. Nesse sentido, é muito importante que surjam novas discussões e pesquisas sobre comunicação em saúde para promover reflexões sobre o atendimento prestado e para implementar estratégias de comunicação que contribuam para melhora da qualidade e efetividade da assistência à saúde.

Essa é a conclusão de IVETE FERREIRA LUZITANO na pesquisa GUIA DE ORIENTAÇÃO PARA MELHORAR A QUALIDADE DE COMUNICAÇÃO ENTRE TRABALHADORES DE SAÚDE E USUÁRIOS, dissertação apresentada ao Curso de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo para obtenção do Título de Mestra na Área de Concentração Saúde da Comunicação Humana, sob orientação da Profa. Dra. Adriana Limongeli Gurgueira.

A pesquisadora aponta que, desde a última década do século XX, alguns problemas referentes à comunicação no campo da saúde tornaram-se evidentes e houve um notório aumento e diversificação das ações de educação em saúde. Assim, a educação e comunicação foram consideradas na implantação de políticas públicas em saúde. Com objetivo de aprimorar o atendimento humanizado, pesquisas e ações nos serviços de saúde foram desenvolvidos para integrar e articular as técnicas e práticas de comunicação.

O objetivo da pesquisa foi desenvolver um guia de orientações sobre estratégias de comunicação para humanização do atendimento em saúde. O trabalho foi um estudo de desenvolvimento tecnológico, bibliográfico, qualitativo, documental exploratório. A literatura envolveu o período de 2014 a 2019 e foi relacionada a fatores positivos e negativos que influenciam a comunicação nas relações interpessoais.

O material produzido foi composto por 14 itens de estratégias de comunicação organizadas nos seguintes tópicos: comunicação verbal, comunicação não verbal, organização do ambiente e postura profissional. Foi utilizada linguagem objetiva a partir de frases afirmativas e ilustrações que representassem cada uma das estratégias. O guia foi montado em forma de livreto no tamanho 21 cm x 14 cm.

Acesse a pesquisa gratuitamente na íntegra em http://fcmsantacasasp.edu.br/wp-content/uploads/2019/12/2019-Ivete-Ferreira-Luzitano.pdf

75 visualizações

Compartilhar :