Pesquisa investiga o debate sobre a política de drogas no Brasil Psiquiatra da FCM/Santa Casa é entrevistado por ter uma visão posicionada ao “meio” entre o proibicionismo e o antiproibicionismo

Compartilhar :

O Prof. Dr. Guilherme Messas, psiquiatra e professor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, foi entrevistado para a pesquisa em andamento da dissertação de mestrado de Vanessa Marins Amado Henriques no Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP/UERJ).

Ainda sem título definitivo, a pesquisa investiga o debate sobre a política de drogas no Brasil e o embate entre um campo proibicionista e um campo antiproibicionista.

O objetivo é entender cada um desses campos e quais são os atores ligados a eles. Para isso, tenho entrevistado especialistas que contribuem para o desenrolar desse debate.

“O Dr. Guilherme questiona essa dualidade que existiria no debate e apresenta-se como alguém posicionado ao ‘meio’. Por isso achei importante ouvi-lo para esta pesquisa”, explica Vanessa. A dissertação será defendida em dezembro próximo e a pesquisadora está ainda entrevistando alguns dos atores relevantes da área.

45 visualizações

Compartilhar :