20/5/21

A prevenção contra Covid-19 continua Medidas preventivas devem ser seguidas para evitar aumento da contaminação

Apesar do avanço da vacinação contra a Covid-19, a doença ceifou mais de 442 mil vidas somente no Brasil. Nas últimas 24 horas, foram 2.641 mortos no país e 747 na cidade de São Paulo.

A pandemia também continua desafiando nosso sistema de saúde. Na última terça-feira, 18 de maio, o Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (SindHosp) informou que a taxa de ocupação de leitos no estado aumentou para 85%. E ainda faltam oxigênio medicinal e medicamentos para intubação.

Neste cenário, ainda enfrentamos escassez dos imunizantes, combinado com o surgimento de novas variantes. Enquanto grande parte da população ainda não foi vacinada, precisamos reforçar as medidas de prevenção.
– Fique em casa ao apresentar sintomas como tosse seca, febre e cansaço;
– Evite aglomerações sempre que possível;
– Utilize máscaras adequadamente e mantenha distância segura, de no mínimo um metro e meio de outras pessoas;
– Evite tocar na parte da frente da máscara – você pode se contaminar;
– Higienize bem as mãos com água e sabão, ou utilize álcool 70%;
– Em ambientes fechados, procure abrir portas e janelas para a livre circulação de ar;
– Evite utilizar o elevador na presença de outras pessoas, ou respeite o limite máximo sugerido;
– Evite compartilhar objetos de uso pessoal, como copos, garrafas e talheres;
– Cadeiras, mesas, celulares, teclados, computadores e outros equipamentos precisam ser higienizados regularmente.

Estudos indicam que a reinfecção pode ocorrer de maneira mais severa.
Portanto, pedimos para que professores e alunos colaborarem para tornar o ambiente acadêmico mais seguro para todos. Previna-se.

485 visualizações