Professor da FCM/Santa Casa publica artigos em revistas internacionais sobre Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) Textos são resultado de parceria com docente da Universidade de Manchester

Compartilhar :

Professor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, o médico pneumologista Jose Eduardo D. Cançado desenvolve uma parceria com o Prof. Dave Singh, da Universidade de Manchester, Reino Unido, que resultou, em 2019, na publicação de dois artigos científicos de revisão em Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC).

Um deles, “The pathology of small airways disease in COPD: historical aspects and future Directions”, foi publicado na revista Respiratoty Research. Nele, os autores Andrew Higham, Anne Marie Quinn, José Eduardo D. Cançado e Dave Singh, explicam que a doença das pequenas vias aéreas (SAD, em inglês) é uma característica fundamental da DPOC, reconhecida pela primeira vez no século XIX.

As diversas características histopatológicas associadas ao SAD sustentam a heterogeneidade da natureza da DPOC. Por isso, a compreensão dos principais mecanismos moleculares que impulsionam as mudanças patológicas é incompleta. Neste artigo, os pesquisadores fornecem uma visão histórica dos principais estudos histopatológicos que ajudaram a moldar nossa compreensão do SAD e discutem, entre outros temas, a relação entre SAD e enfisema, SAD nos estágios iniciais da DPOC e os mecanismos que causam progressão do SAD, como colonização bacteriana.

Acesse o artigo aqui.

O outro artigo, “Small airway disease in chronic obstructive pulmonary disease: insights and implications for the clinician”, foi publicado na revista Current Opinion in Pulmonary Medicine. De autoria de Dave Singh, Gabriella Long, Jose ́ Eduardo D. Cançado e Andrew Higham,  a partir da premissa de que a doença das pequenas vias aéreas (SAD) é uma característica comum nos pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), mostra como a exposição crônica ao tabagismo causa inflamação, danos, remodelação dos tecidos e eventualmente perda das vias aéreas. Esses recursos levam à limitação do fluxo de ar e à defeituosa ventilação alveolar.

O objetivo da revisão é fornecer aos clínicos uma perspectiva atualizada da SAD na DPOC. Discute as principais características patológicas do SAD. Também analisa técnicas para medir o SAD, incluindo métodos de oscilometria de impulso e de imagem pulmonar. Discute ainda conceitos emergentes, como o SAD nos estágios iniciais da DPOC e a relação entre SAD e enfisema. A revisão  destaca a importância de direcionar pequenas vias aéreas no início da DPOC para combater a progressão da doença.

Acesse o artigo aqui.

O professor José Eduardo Delfini Cançado é médico, formado na Santa Casa em 1985. Fez residência de Clínica Médica (2 anos) e de Pneumologia (2 anos), também na Santa Casa, onde foi médico assistente contrato do Pronto Socorro Central durante 9 anos, até 1998. Depois disso, foi para a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), como pesquisador e ali concluiu seu Doutorado em 2003.

Durante 2010 e 2011 trabalhou como Professor Assistente de Pesquisa na Universidade de Miami, Miller School of Medicine. Um dos estudos que desenvolveu lá foi objeto do seu Pós-Doutorado, concluído na Santa Casa de São Paulo, em 2011.

Depois de retornar ao Brasil, de 2010 até hoje, trabalha como Professor Voluntário da Pós-Graduação em Pneumologia. Integra a Comissão de Asma da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT).

429 visualizações

Compartilhar :