Como se faz e como se interpreta uma revisão sistemática? Qual a importância para o dia a dia do médico? Perguntas serão debatidas na PG Lato Sensu “Saúde da Mulher: da Infância ao Climatério” da FCM/Santa Casa

Compartilhar :

Como se faz e como se interpreta uma revisão sistemática? Qual a importância delas para o dia a dia do médico?

Essas são perguntas que serão discutidas no curso de Pós-Graduação Lato Sensu “Saúde da Mulher: da Infância ao Climatério” da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

A Pós-Graduação apresenta o tema da Saúde da Mulher como um campo de conhecimento e prática multidisciplinar e multiprofissional. Por isso, busca, de forma ampla, discutir e manejar os problemas do dia-a-dia da assistência da mulher, envolvendo todos os estágios de vida, passando pelo intrauterino, infância, adolescência até o climatério.

Sexualidade, gestação, pré-natal e anticoncepção; Infecções e vacinação; Rastreamento, prevenção e tratamento de doenças; e A mulher como “cuidadora” da família são alguns dos temas do curso

Informações e inscrições: http://fcmsantacasasp.edu.br/saude-da-mulher-da-infancia-ao-climaterio/

58 visualizações

Compartilhar :