Sequelas da Covid-19: complicações em vários órgãos indicam uma doença sistêmica Professor da FCM/Santa Casa é um dos especialistas ouvidos pelo jornal O Globo

Compartilhar :

Tratada como doença respiratória em suas primeiras semanas de observação, a Covid-19 se apresentou, pouco a pouco, como uma doença sistêmica, trazendo complicações para diferentes órgãos do corpo.

A reportagem do GLOBO (5/5/2020) ouviu especialistas de diferentes áreas da medicina para saber como a doença, em seus estágios graves de evolução, vem agindo em diferentes sistemas e o que se pode esperar de sequelas definitivas para pacientes recuperados da doença. Todos afirmam: a Covid-19 ainda está sendo estudada, e a cada dia é uma descoberta.

Eduardo Ramacciotti, cirurgião vascular, professor de Trombose e Hemostasia no Loyola University Medical Center, em Chicago, e professor de Cirurgia Vascular na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo é um dos especialistas ouvidos.

Acesse reportagem aqui.

 

1.268 visualizações

Compartilhar :